28 setembro 2006

O VENTO SOPRA SEM CUIDADO E SEM CALMA
JÁ PASSOU TUDO O Q ERA TRAUMA
NADA ME PODE ATINGIR OU ACERTAR
TENHO TUDO E MAIS ALGUMA COISA PRA DAR.
SAIR DA PRISÃO E TÃO BOM
TÃO PERIGOSO COMO TER UM DOM
SENTIR-SE LIVRE E PODER VIVER
INTENSAMENTE ATE MORRER.
JÁ VI O SOL NASCER MUITAS VEZES
MAS NUNCA FOI TÃO BONITO
LIBERDADE DA ALMA E DO CORPO
CANTAR E VIVER PARA O SONHO
VIVER O SONHO NA REALIDADE
NADA MAIS É VERDADE
VERDADE VERDADEIRA
SINTO-ME COMO SE FOSSE A PRIMEIRA.
A PRIMEIRA A VER O SOL NASCER NA ETERNIDADE
FINALMENTE ALCANCEI A LIBERDADE

5 comentários:

Mr.Q - Miguel disse...

adorei o que escreveste... mt verdadeiro...

naseinada disse...

Ola linda, ca estou eu para te deixar um grande beijo neste teu espaço

Adorei os poemas, parecem as palavras que querem sair do meu coracão.

Beijinhos

cj disse...

ainda bem que te sentes assim. adorei

Ioque disse...

Como eu te compreendo , estar preso, alcançar a liberdade e finalmente pudermos respirar e ver o sol com outros olhos , é , gostei e sinto o mesmo :o)

rui disse...

Sinto na pele este teu poema, porque me orgulho de poder dizer aqui, que, tive a sorte de poder te ver renascer. E de poder finalemente ver a luz que te faltava, ver esse nascer do sol contigo foi maravilhoso. Estarei sempre mas sempre do teu lado.