26 outubro 2015



Give me Love




Tenho tanto medo
Ainda é tão cedo
Não quero admitir que sinto falta
De algo que nos dá a volta
Sinto que estou quebrada
Que a minha vida já foi passada
Sinto falta de sentirem falta
Daquilo que faz girar a malta
Queria sentir de novo a paixão
Deixar por uns momentos a razão
Perder por um momento a noção 
Mergulhar na imensidão
Sentir o toque e os arrepios
Os calores os calafrios
A boca seca sem sede
Lançar-me sem rede
Já não sou capaz
Sei que já não sou tenaz
Aquela pureza e Verdade
Foi-se com a realidade
Queria sentir o desejo e o olhar
De alguém que me esta a observar
Queria poder ver sem as mágoas
Nadar por cima das águas
Sentir só mais um vez sem pensar
Sem os filtros, só amar
Queria... queria... mas não dá
Porque a vida é má
Quem me dera começar de novo
Voltar de novo para dentro do ovo
Mas acho que Amar
É algo que para mim não vai voltar.........

1 comentário:

Ruy ruym disse...

Ir a luta é a melhor das armas, sentada a ver o tempo passar é que nunca mais o pássaro raro pousara LOol.... Beijinhos*